Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Segredo revelado

Segredo revelado

30.08.10

fauna ou flora? ambas!


segredo_revelado

Todos aqueles que, numa tentativa de fazer com que cada português se torne um critico literário ,culto e bem educado, incentivam e sugerem que se leia cada vez mais, deviam ter o cuidado de pensar nos inconvenientes e dúvidas que alguns tipos de leitura podem trazer.
Muitos de nós , nalgum momento de aborrecimento ou verdadeiro interesse , já leram a famosa revista Maria, esse pilar literário, cultural e educativo , onde assenta o interesse pela leitura de uns quantos milhares de portugueses.
Até aqueles que não compram a revista, nem a levam para casa, já se terão cruzado com ela nalguma sala de espera do consultório de dentista ou nalguma repartição pública.
Desde há várias décadas atrás , a Maria , entre outras coisas de muito interesse (maioria delas sobre o Tony Carreira e o filho, a Luciana Abreu e o Djaló,ou ainda sobre actores e actrizes dos Morangos), tem contribuído para que os seus leitores tenham um maior conhecimento sobre assuntos de natureza intima e sexual.
Ir a um sexólogo? Perguntar ao médico de familia? Esclarecer dúvidas com um familiar ? Naaahh! Qual quê! Vai-se mas é ler o consultório intimo da revista Maria e tiram-se lá as dúvidas.
É por essas e por outras que , de tempos a tempos , temos que ler dúvidas insólitas, do género:
- masturbei-me sem usar preservativo. Posso apanhar a Sida?»»»»»(Podes é apanhar as revistas porno, que esse quarto está todo desarrumado!)
- meti um dedo no ânus. Será que posso ter ficado grávido?»»»»»(Depende. Estavas no período fértil? Tomas a pilula?)
- o meu marido quer ter relações anuais comigo. como posso convence-lo de não gosto, por me magoar?»»»»»( Anuais?! Vai poucas vezes a casa? É marinheiro, ele? Esse erro  vai ficar gravado nos anais da história. Ou nos anuais?! Whatever!)
- a minha namorada gosta que lhe façam um fellatio, nos preliminares. não sei bem a melhor técnica para a excitar. podem ajudar-me?»»»»»( Um fellatio? Ó jovem, tens a certeza que namoras com uma mulher? Queres ajuda, é? Ajuda-te a ti mesmo , confirmando o sexo ''dela''!)
Verdadeiras pérolas, não são?
Calma , não se insurjam já contra mim! Guardem as pedras, teclados , ratos e outros objectos que já me iam arremessar. Ao contrário do que possa parecer , não tenho nada contra a Maria( nem contra a Rita , nem contra a Ana , nem contra a Sandra , nem contra a Marta,...).Apesar de achar que ao nível de algumas das perguntas ridículas (para não lhes chamar estúpidas e cómicas) lá expostas, só mesmo as respostas pouco esclarecedoras para o mais comum dos leitores, respeito o estatuto da revista, estatuto de enciclopédia sexual do povinho.
Um bom exemplo dessa falta de esclarecimento nas respostas, pode ser visto na resposta à seguinte pergunta de uma leitora:
''Sinto dores quando sou penetrada. Essas dores podem ter a ver com algum desequilíbrio na minha flora vaginal?''
Pergunta muito pertinente e interessante , não vos parece? Pois , também achei. E, para mim , um leigo em floras vaginais, nem parece uma daquelas perguntas estúpidas . É uma pergunta que contribui para um maior enriquecimento cultural de todos aqueles que , como eu e tantos outros, não sabem o que é a flora vaginal.
Isto de se nascer homem traz-nos tantas privações de conhecimentos interessantes!
A ''sô'' Dra. do consultório intimo lá fez o favor de responder que não , que as dores nada têm a ver com a flora vaginal, mas sim com falta de lubrificação. Tá bem! Muito bem mesmo! Mas fiquei com a mesma dúvida.
Flora? Flora vaginal?!! Mas que raio é isso?! Flora só conheço mesmo a manteiga. Opa, sei que há fetiches e taras bem estranhas ,mas dúvido que a flora a que se refere a pergunta , seja a flora manteiga. Credo! Besuntar a vagina com manteiga? Que ''noijo''! Ainda se fosse com tulicreme ou com Nutella , até percebia. Huumm.. E daí , talvez não!
Flora vaginal?! Mas o que será?! É tramado ser ignorante , mesmo depois de ler a revista Maria.
Flora...Flora....''Perem'' lá! Eu , ainda nos meus tempos de estudante , entre uma espreitadela a um decote de uma colega e ouvir o que os profes diziam, acho que já ouvi falar nesta tal flora.
Ora, como não tenho aqui uma professora à mão (nem ao pé) , vou recorrer ao professor mais conhecido da actualidade. Não , não é o Marcelo. É a Wikipédia!
Já sei! Já sei o que é a flora...
Flora- a vida vegetal; conjunto dos seres vivos que compõem a biodiversidade vegetal de uma região.
(txiiiiiiiiiiii) A flora é aquilo?! Meeeedoooo!

 

Epá , este assunto ,a flora, é um bom tema de conversa para quebrar o gelo entre pessoas que se estão a conhecer e nem sabem bem sobre o que hão-de falar.

...

- ''Olá. Muito gosto em te conhecer.''

- ''Olá.Muito gosto.Tudo bem?''

-''Cá se vai andando , com a flora meio desregulada.''

-''Antes assim que pior , ''né''?

-'' Pois. É assim a vidinha.''

....

E ''prontes'', tinham conversa para mais de 3 dias

Agora que penso bem sobre o assunto, mal por mal , antes plantas(flora) do que fauna...

Fauna- a vida animal; conjunto dos seres vivos que compõem a biodiversidade animal de uma região.

Era capaz de ser um bocado aflitivo , instantes antes de um primeiro contacto sexual com uma parceira, não saber que tipo de animal se ia encontrar na região. Há animais selvagens , bravios e ferozes, alguns deles devoradores de homens. Há animais domésticos , mansinhos e sociáveis. Qual deles iríamos encontrar? Um dilema do caneco! 

Parou tudo! Isso quer dizer que há plantas naquela região? Neste caso, o da flora vaginal , a região é na região púbica, a vagina. Ai valham-me! Plantas?! Flores?!

 

 

Bem vistas as coisas , agora que relembrei as definições de fauna e de flora, acho que ambas assentam para caracterizar a vagina.

Não me mandem já internar! Ainda nem lanchei. Vou tentar  fazer-me entender...

Todos nós , independentemente do estatuto social e das habilitações sabemos que podem ser dados diferentes nomes à vagina.

O povo português tem uma língua muito rica em diferentes vocábulos para definir uma mesma coisa. Na hora de chamar os bois pelos nomes ,nós , como bons portugueses que somos , não temos grande pudor em explorar a nossa riqueza e diversidade vocabular.

Há quem use nomes mais técnicos...Há quem use nomes mais ''acriançados'' e fofinhos... E há quem use a gíria popular e o vernáculo. Todos conhecem esses nomes que fazem parte do vernáculo , mas são poucos os que assumem sabê-los e dizê-los.

Eu , com este meu arzinho de anjinho inocente e imaculado, admito que os sei e que, dependendo das circunstâncias, os uso. Só não vou usá-los a todos aqui , por não querer chocar ninguém . Se escrevesse aqui metade desses vocábulos , o mais certo era alguém ter um ataque de moralismo, logo seguido de um outro ataque , desta vez , cardíaco.

Para tentar demonstrar o porquê de a vagina poder ser considerada fauna e flora, vou só dar uns exemplos inofensivos.

Há quem chame ''ratinha'' e ''passarinha'' à vagina. Ora , ratos e pássaros, que são? Animais , pois claro! E os animais fazem parte da fauna...logo, vagina é fauna!

Depois ,há aqueles mais vegetarianos, que chamam ''grelo'' à vagina. O que é um grelo? Planta! E, como já vimos, as plantas compõem a flora, por isso, vagina é flora.

Genial , não é? Desconfio que depois de tornada púb(l)ica esta teoria, o mundo das mulheres e, por arrasto ,dos homens , não mais voltará a ser o mesmo...

Será muito mais biodiversificado e amigo da preservação da fauna e da flora.

 

 

 

 

 

 

 

segredo revelado: Este blog é um blog eco sustentável , mas em nada contribui para o sustento do seu autor.

Este blog, durante o tempo que demorei a escrever este post,  deixou uma pegada ecológica equivalente à de 3 fábricas de celulose. Foi muito fumo a sair desta cabecinha. lol

O autor deste blog , na tentativa de se redimir dos danos causados ao ambiente , vai plantar uma árvore.Esclareço desde já, para manter os ganzados longe, que não considero a planta da cannabis uma árvore.

O autor deste blog , na tentativa de se redimir dos danos psicológicos causados aos leitores deste post, vai parar de escrever disparates!

Mais a sério, aqui fica a definição de flora vaginal:

''O termo flora vaginal refere-se à flora da vagina. A vagina humana possui uma concentração de bactérias maior do que qualquer parte do corpo com exceção do cólon. As bactérias da flora vaginal foram descobertas pelo ginecologista alemão Albert Döderlein em 1892. Estas bactérias consistem principalmente de lactobacilos e são coletivamente chamadas de flora vaginal. A quantidade e o tipo de bactérias presentes na vagina possui importantes implicações para a saúde geral da mulher. Estas bactérias e o ácido lático que produzem, em combinação com os fluidos secretados durante a excitação sexual, possuem grande importância na origem do característico odor associado à área vaginal. Uma flora vaginal saudável ajuda na prevenção de candidíases e outros possíveis problemas. ''

Como sei tudo isto? Wikipédia, pois claro! :P

24.08.10

colo


segredo_revelado

 

 

Quem gostar de sentir o ‘’colo’’ de alguém , naqueles momentos em que nos sentimos mais tristonhos e nostálgicos , ou mesmo para dar largas à comemoração de alguma ocasião mais alegre e feliz , que levante o braço.

(Em bicos de pés , espreitando se há muitos braços no ar.)

Mesmo que alguns de vocês levantassem mesmo o braço , é-me impossível ver isso, mas creio não ser eu o único a ter a vontade de o levantar.

Por muito robusto e impenetrável que seja o nosso castelo emocional , não há ninguém que não goste ou precise de sentir o ‘’colo’’ amigo. 

O colo a que me refiro não é necessariamente sinónimo único e exclusivo de colo físico. É um colo mais envolvente e mais abrangente, composto da parte física e do sentir e fazer sentir corporalmente  que somos gostados e que gostamos, mas que também tem inerente uma parte psicológica e emocional, que não se vê , mas se sente tão ou mais intensamente como o colo físico.

Um abraço, um beijo, uma caricia... tudo isso é colo.

Um silêncio , uma palavra certa no momento exacto, um olhar...tudo isso é colo.

O colo , chegue ele como chegar , é um porto seguro , onde as tempestades amainam . Amainam dores , amainam saudades,...

Como é possível que , sem sequer perceber bem o como ou o porquê ,apenas por causa de uma música, de um momento para o outro, me veja entregue a uma estranha nostalgia ?!

Apetece-me colo! Aninhar-me , de olhos fechados e de coração aberto, e esquecer que sou adulto , que já sou um homenzinho de barba rija. Ai se ter barba fosse sinónimo de ter nas mãos a chave das nossas emoções! Trocar uma lágrima por um sorriso, num daqueles passes de magia que ninguém percebe como acontece , mas que toda a gente gosta de ver, seria algo que estava ao nosso alcance.

Há colos vazios do seu verdadeiro significado simbólico, de carinho e de envolvimento? Há colos mais apetecíveis do que outros? Há colos insubstituíveis?

Há! Há colos cheios de nada...Há colos que apetecem mais...Há colos insubstituíveis , como por exemplo o colo da mãe, do pai, da namorada(o), do marido, da mulher, de quem nos quer bem e a quem queremos bem...

Quero colo!

E  já que estou numa de pedinchar, quero um croissant e um pastel de nata...

Ah! E uma bomboca...

E, se não for pedir demais , um lugar à sombra,para não apanhar muito sol na moleirinha e para dormir ao som desta lullaby ...

 

 

 

 

 

segredo revelado: De cada vez que a nostalgia me invade...

De cada vez em que não me sinto bem na minha pele...

De cada vez em que tropeço, caio e esfolo os joelhos e as palmas das mãos...

Quero colo!

...

 

BASTA SER

Muitas vezes basta ser:

colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que acaricia,
desejo que sacia,
amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida,
É o que faz com ela não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa,
verdadeira, pura...
Enquanto durar...

(Cora Coralina)

 

 

 

17.08.10

tudo bons rapazes


segredo_revelado

 

 

Pensar que se podem dividir as pessoas em pessoas boas e em pessoas más é não querer reconhecer que qualquer um de nós é bom e é mau.

Não fomos todos ensinados que mentir é uma coisa má? Então porque é que, com maior ou menor regularidade, por um bom motivo ou não tão bom assim, mentimos?

Não sei se a mentira é quanto baste para transformar uma boa pessoa numa má pessoa, mas não me restam dúvidas de que até o ser humano mais angelical encerra em si algum tipo de maldade, assim como o ser humano mais monstruoso e cruel deve ter algo de bom.

Por muito que nos custe reconhecer a existência de um lado mau, isso não o apaga. Ele , mais ou menos adormecido,  vive em cada um de nós, preparado para se mostrar.

Quem nunca sentiu inveja? Quem nunca teve um mau pensamento sobre a vizinha ''boa''? Quem nunca mentiu ou enganou? Quem nunca se sentiu na tentação de espetar uma meia suja abaixo pelo garganta de um chefe chato e insuportável? Quem , daqueles que têm filhos, num momento de maior stress, nunca desejou tê-los a uns bons milhares de km de distância? Enfim, os exemplos podiam ser mais e mais variados , mas todos teriam em comum uma coisa: há momentos em que o nosso lado mau , o pequeno mr.Hyde que vive encarcerado dentro de nós , vem ao de cima , sobrepondo-se ao nosso lado bom.

Não é a toa que ''monstros humanos'', tais como Josef Fritzl, o austríaco que raptou, aprisionou e violou repetidamente , durante vários anos,a própria filha, com as quais teve vários filhos, era considerado um cidadão absolutamente normal.  Um bom vizinho , embora reservado...Um bom tipo... casado e insuspeito...trabalhador...

Mais recentemente , na França , se não estou em erro , foram descobertos vários cadáveres de bebés, enterrados num jardim de uma casa situada numa pacata vila. Quem terá sido o monstro capaz de matar vários bebés ? Nem mais nem menos do que a própria mãe!

Mais uma vez , uma Sra. que não levantava quaisquer suspeitas, mas que foi capaz de cometer actos assim tão maldosos.

Será que qualquer um de nós , cidadãos perfeitamente pacíficos e banais , postos perante uma situação extrema  ou nalgum momento de desequilíbrio psicológico, podemos também matar alguém? Há quem diga que sim. Há quem defenda que o nosso lado animal, o lado mais primitivo, animal e instintivo que nos permitiu sobreviver ao longo de vários milénios, se for devidamente estimulado pode fazer com que até aquela velhinha pacifica , de ar inocente e inofensivo, se transforme numa assassina.

Dado este exemplo , já sabem, ou me comentam os posts ou ainda vem o meu lado mau ao de cima e assassino-vos virtualmente , que é como quem diz...

Bloqueio e elimino!

No fim de contas,  somos todos bons rapazes.

 

 

 

segredo revelado: 'Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.'' (Friedrich Nietzsche)

 

Almas (in)sonsas...Pessoas (in)sonsas...Vidas (in)sonsas

....

 

''Não há outro inferno para o homem além da estupidez ou da maldade dos seus semelhantes.'' (Marquês de Sade)

 

''Ganda'' maluco , o Marquês! Até o imagino, lá no decorrer das suas sessões de sadismo...

''Posso ser um ''cadinho'' mauzinho para ti? Um tapinha não dói. Uma chibatada dói um pouco mais , mas tu até vais gostar. Eu sei que vou.''

 

 

 

13.08.10

ajudar o próximo? O próximo sou eu!


segredo_revelado

 

Ser solidário , ser caridoso, alinhar neste ou naquele movimento anti ou pró qualquer coisa e ajudar o próximo, são uma pequena amostra de coisas que são muito ''in''. Fica bem a qualquer pessoa , por mais sacana e egoísta que seja , assumir-se como uma verdadeira madre Teresa, sempre disposta a ajudar , sem qualquer interesse monetário ou de qualquer outro tipo, aqueles que são mais desfavorecidos. Ajudar o próximo é bom e parece bem.

Ando a pensar seriamente (not really) em fundar uma associação de cariz solidário. Se há associações que têm como finalidade apoiar causas tão nobres como a não extinção do cotão no umbigo , a preservação disto e daquilo , ajudas dos mais variados géneros a quem tem muita saúde e pouca vontade de trabalhar..., então também posso fundar a ''CHULO'', Colectividade humanitária unida lobby ostentação.

Imprimo uns panfletos e crio uma página web, onde possa dar a conhecer as minhas carências e necessidades, como por exemplo a necessidade de ter mais dinheiro no banco , uma casa maior e mais bem equipada ,ter um LCD, ter uma mota nova, ter um pc novo, ter roupa de marcas conceituadas, entre muitas outras coisas.

Quase de certeza que alguém me diria que isso tudo são bens materiais , e que esses bens não trazem felicidade nem saúde. É verdade que não trazem , mas, em alternativa , trazem um conforto danado à vida de qualquer pobretanas de classe média.

 

(Ora digam lá que o gajo não tem boas ideias. {#emotions_dlg.lol})

Há quem diga que a classe média vive bem. A classe média não é pobre? Lol. Neste nosso país é!Só assim se justifica que pessoas que até têm uma qualidade de vida razoável e um poder de compra que até permite passar horas afim no café , a fazer vidinha de Lorde, recebam o famoso RSI, o rendimento mínimo.

Mínimo? Mínimo é aquilo que eu ganho trabalhando a terra, sujeitando-me a andar debaixo de um sol abrasador , contrariando os conselhos da Diirecção Geral de Saúde.

Na passada 3ª feira aconteceu-me um caso curioso, caso esse que, junto com uma das ideias ''inspira-me'', veio a dar origem à escrita deste post Vieram-me bater à porta 2 fulaninhos, cheios de papelinhos nas mãos. Pensei logo para mim : ''Huuum, não devem vir dar nada!''. E não vinham mesmo! Vinham fazer um peditório para uma qualquer associação de apoio a toxicodependentes e alcoólicos. Apoio? E quem me apoia a mim? Por não andar metido nas drogas ou na pinguinha (se calhar devia andar metido!) sou menos merecedor de ser ajudado? Opa , quando eu for cavar, semear ou colher alguma coisa , venham ajudar, sejam solidários ! É o vêm! Enfim..

Com toda esta boa vontade e bom humor que o post transmite , lá me queixei da crise , de como a vida está difícil e o dinheiro está caro. Mesmo assim , como desde pequeno fui ensinado de que grão a grão enche a galinha o papo, peguei numa moedita de 1 eur e dei-a aos srs. Qual não é o meu espanto quando um deles me diz: ''Só 1 euro? Não pode dar mais qualquer coisa?''

A minha grande vontade foi dar-he um pontapé algures. Pobres , necessitados , mas mal agradecidos! Só lhes perguntei : '' quanto me deram a mim? alguma vez me deram algo? alguma vez fui apelar à vossa solidariedade?'' Pró raio que parta a solidariedade !

Todos apelam à nossa solidariedade. O Governo apela à solidariedade social como forma de combater certas desigualdades sociais, mas é o 1º a não dar mostras de grande solidariedade , de cada vez que nos mete a mão no bolso, já de si tão vazio, e nos tira mais uns euros para impostos.

Até a Igreja nos impele e nos apela para a solidariedade e para a ajuda ao próximo , como vem explicado nos Evangelhos. Pois, a Igreja é realmente muito solidária... com o dinheiro de milhões de fiéis solidários com a Igreja!

Ajudar o próximo? Pois, desta vez o próximo sou eu!

O próximo sou eu!

segredo revelado:
Ora muito bem! Se tivermos mãos capazes de trabalhar  e vontade para as usar , resolvemos nós mesmos parte dos problemas que nos aflijam, sem precisar de recorrer a ajudas de terceiros , apelando à sua solidariedade.

Nunca compreendi a solidariedade. Aceitei-a como artigo de fé tradicional. Se tivéssemos coragem de a afastar completamente, livrar-nos-íamos do peso que incomoda a nossa personalidade (Autor: Henrik Ibsen)
...

A consciência e o medo de ser julgado pelo vizinho do lado , por deixar de ser solidário com um ''pobrezinho'' qualquer, pesa realmente muito na nossa tomada de decisões. Será que a solidariedade, aquela solidariedade que é exercida  mas não é sentida , pode ser considerada solidariedade?

Cá para mim,  não. É mas é uma espécie de vaidade e de exteriorização de superioridade em relação a alguém numa posição frágil. É , apenas e somente , um acto para inglês ver.